quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Uma história na floresta

Todos já sabiam, mas foram as Mulas que resolveram divulgar a notícia para toda a floresta. Até outras florestas, mais ao norte, souberam que, há muito tempo as corujas não recebiam sua ração como havia sido combinado. Segundo o informe, o presidente Lontra e sua equipe sabiam do fato, mas nada fizeram. Por isso, a notícia fazia menção de certa caneta para que fosse assinada a liberação da ração; um direito das corujas. Para piorar o quadro, as corujas decidiram parar suas atividades por um dia, o que só agravou o problema.

Diante disso presidente Lontra e secretário Guaxinim saíram de suas tocas e viajaram para a chamada Casa de Mulas de onde partiu a notícia. Até hoje não se sabe ao certo por que estavam tão bravos. – Acho que presidentes preferem Mont Blanc.

Logo na chegada, Guaxinim despejou: – Corujas, se não estão satisfeitas com a ração vão procurar outro poleiro! E continuou: E vocês, Mulas; vocês nunca serão Borde Collie, vocês são filhos do Lobo. E despejou mais uma vez: – E vocês, corujas, também são! – Não fosse esta uma estória de bichos diríamos: “que bicho mordeu ele?”.

A esta altura não se sabia o que afetava o secretário Guaxinim a ponto de chamar todo mundo de filhos do Lobo. Neste momento, estrategicamente, entra em cena o presidente Lontra. Escorregadio como sempre, ele falou, falou, falou e não disse nada. Mas afinal, por que deixaria o presidente seu palácio na capital da floresta para visitar as Mulas e as Corujas? Por que uma notícia dessas faria tanto barulho em toda a floresta?

Nos dias que se seguiram ficou claro. Não era a notícia em si o maior problema, o problema é que as Mulas falaram e a culpa recaiu, naturalmente, sobre a Casa de Mulas. Sim, porque quando o ensino era repetido pelos Papagaios, Mulas não falavam, mas agora que contrataram as Corujas, mais reflexivas, as Mulas começaram a pensar e claro, a falar.

Todos sabem que Mulas são antigas Ovelhas que receberam o chamado para Borde Collie indo estudar na Casa de Mulas. As Mulas são diferentes das Ovelhas enquanto carregam a carga pesada e trabalham de sol a sol. Mas são iguais às Ovelhas enquanto não falam ou reclamam.

Pobres Mulas faladeiras! Por corporativismo os Borde Collies se voltaram contra elas. Não importa a injustiça ou a verdade, o que importa é que foram acusadas de ferir a autoridade Collie.
Pobres Mulas faladeiras! Não entenderam o escrito sagrado do Antigo Texto, o AT, trazido por Noé, o pai de todos os bichos. Nele, as tolas Mulas leram uma história parecida com as sua dando conta que depois de apanhar três vezes a mula falou. Seria esta um de seus antepassados? Poderiam elas também falar? Conjecturavam as Mulas.

Pobres Mulas desinformadas! Se lessem o final da história saberiam a respostas. Se o dito é verdade ou não, se são castigadas injustamente ou não, se estão ajudando ou não, nada disso importa. O importante é que quando uma Mula fala ela é desacreditada e criticada. E mesmo que sua fala pareça causar algum efeito positivo, no final a arrogância Collie permanece e nada muda.

Moral da estória. Seja em histórias de gente ou estória de bichos, Mula falar é sempre sinal de rebeldia e não de obediência.

Blogs que eu acompanho