Maldito Thor!

A frase não é de Lóki, meio irmão do “deus do trovão”. É um protesto contra o colonizador que demoniza as religiões de matriz africana. Tem certeza que vai continuar lendo?

Maldito Thor, de rosto liso e aparência que nos impõe os padrões de “beleza” dos colonizadores. Você nada se parece com o truculento, fedorento, ruivo e barbudo original. Da sua Ponte do Arco-íris você observa e ensina o ódio gratuito àqueles que não têm seu cabelo liso e loiro, sua pele branca nem seus olhos azuis. A mesma cor que subverteu os olhos do Senhor Jesus, estereotipado aos padrões próximos aos seus.

Você com seus sacrifícios humanos agora é herói-salvador, é brinquedo gratuito dos lanches infantis.  Saiba que Yahweh sempre condenou tais sacrifícios, sejam a Moloque dos cananitas, à Shakti dos hindus, a Zeus dos gregos, a Thor dos nórdicos, aos Orixás dos africanos ou aos Xamãs dos indígenas. A todos os deuses romanos, asiáticos ou astecas, em qualquer lugar do planeta ou época da história, o SENHOR reivindica: “agora és mais amaldiçoado que a terra que abriu a boca para tragar, de tuas mãos, o sangue de teu irmão.” (Gn 4.11)

Mas você Thor, com sua capa vermelha, cor da bandeira colonizadora, nos faz engolir sua cultura. Seus meninos e meninas de faces rosadas vestidos de bruxinhas e diabinhos, estão à porta nos subornando: “doces ou travessuras!”. Somos a Casa Grande e a Senzala só é do Diabo porque tem olhos castanhos (quase negros), cabelos crespos e a pele negra como a noite. “É que Narciso acha feio o que não é espelho”. Um espelho refletindo a imagem do deus do Norte, mas não dos nórdicos.

Maldito Thor, que rejeita nossa cultura e nossos ritmos: samba, frevo, maracatu e o forró, antiga festa dos nossos senhores. O jazz, das muitas matrizes negras de Nova Orleans, é lá demonizada. Aqui, são nosso cânticos dos hinos espirituais. O que você fará naquele dia quando o SENHOR lhe perguntar: “Que fizeste? A voz do sangue do teu irmão clama a mim desde a terra.” (Gn 4.10) Quando descobrir que Deus também é negro, como todo àquele que sofre? O que fará a Casa Grande quando se descobri a caminhar contigo para o lugar que dizem pertencer a Senzala?

Thor você, é um deus que não nos representa ou defende. Antes, nos ilude, aliena e domina. Que no dia de Ragnarök, cumprindo a profecia, Jörmungandr, a grande serpente, abra a sua boca e te engula com todos os deuses de Asgard.


Fontes:
https://en.wikipedia.org/wiki/Thor
https://www.reddit.com/r/AskHistorians/comments/1rmhhv/did_the_ancient_greeks_ever_practice_human/
http://penelope.uchicago.edu/Thayer/E/Roman/Texts/secondary/SMIGRA*/Sacrificium.html
https://en.wikipedia.org/wiki/Moloch
https://en.wikipedia.org/wiki/Human_sacrifice
http://guiadoestudante.abril.com.br/aventuras-historia/origens-jazz-800642.shtml
https://pt.wikipedia.org/wiki/Ragnar%C3%B6k

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

O galo que cantava para fazer o sol nascer

Nada é de graça: Como capturar porcos selvagens

O que é: dualismo?