Escrevo ...


Escrevo porque não sei fazê-lo
Escrevo para não esquecer
Escrevo para chorar menos
Escrevo para não “morrer”

Se não, posso perdê-Lo,
Vou esquecer, vou voltar

Nas lembranças eu não me perco
O escrito fica lá
E quando quero desistir
A letra me faz prosseguir

Quando escrevo sou livre
Faço com ternura ou com dor
As vezes nem sei por que faço
Apenas escrevo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O galo que cantava para fazer o sol nascer

Nada é de graça: Como capturar porcos selvagens

O que é: dualismo?